Como as malaguetas

18 de Outubro, Leonte

Pequenas mas concentradas, como as malaguetas quando são boas e não estamos à espera delas, são estas incursões, por trilhos apagados mas indeléveis e cheios de conteúdo, que tornam uma caminhada informal em momentos fantásticos e únicos.

Picam que se farta. Foram traçados pela “necessidade”, pela vontade e pela vida de gerações. Gerações que de legado cultural, têm cada vez menos. Sem lamentos. São factos Globais! 🙂

Começámos na Portela de Leonte e passeámos devagar… até à Varziela, vendo, ouvindo e sentindo um Outono que se avizinha mas teima em tardar, tentando prosseguir na interpretação autêntica destas paragens e destas Gentes. Fomos conversando e depois…chegámos… Ao carro! Às conclusões? chegaremos?

Que bem sabem estes trilhos!

Pois…as fotos! onde ia eu?

 

Deixe uma resposta