Entre Parques

PNBL-SX e PNPG


 

Hoje começamos do lado Galego. Da Ermida da Virxe do Xurés até às Minas das Sombras, foi um saltinho. Parecia, (ou seria mesmo?),  que estávamos atrasados! O tempo prestava-se para caminhar. Sol meio encoberto grande parte do tempo, temperatura oscilou entre 16 e 22ºC. O vento, embora por vezes soprando forte e com rajadas, foi precioso. Quase sem paragem seguimos até Carris, passando longe do Altar de Cabrões. Um descanso e um almoço ligeiro, ao socairo das paredes que vão resistindo. Fiquei contente ao ver que alguns dos “locais críticos” de lixeira, estavam francamente melhor que o costume! Será que esta gente vai aprendendo?…e praticando, claro! Os sinais são bons!

Partimos para o desafio final. E no fim vinha o melhor!  – Contemplar o Vale do Homem. Mais uma vez, deliciei-me. Desta feita, abeirando-me noutros locais não contemplados em passagens anteriores.

…e como não sei descrever suficientemente bem o que vi e senti, deixo uma selecção (difícil!) de fotos.

Deixe uma resposta