Baltar

Baltar! Outra perspectiva do sendeiro das Sombras.

Normalmente, às 2ªs feiras, este blog tem visitantes habituais. São companheiros e amigos transfronteiriços – tal como o(s) Parque(s) 🙂 , que seguem as andanças que aqui vou relatando! (que paciência a deles…)

Sem léria para hoje, e para não os desapontar mais uma vez sem nada de novo, esta semana resolvi ir buscar uma(s) caminhada(s) – junto fotos de dois dias – feitas ao fim da tarde e de manhã cedo,  17-18 Junho, no fim de semana mais quente do ano alí por Lobios… pelo menos até agora! A título de passeio, o objectivo era ir até Baltar saindo da Ermida da Virxe do Xurés – Vilameá:

 

 

No dia seguinte, fugindo ao calor, muito cedo – 14 horas depois, aprox. –  e necessariamente com a luz inversa, voltei ao mesmo trilho com a intenção de descer, regressando pelo habitual trilho das Minas das Sombras até à Ermida da Virxe do Xurés.

 

Deixe uma resposta