Das Forcadiñas a Chão do Requeixo

Saindo Lobios em direcção a Saá (o mesmo de sempre, sobretudo nestes últimos Domingos chuvosos!) – depois de passar Gustomeau – ao final dessa descida encontramos duas pontes. Um pequeno recanto permite estacionar o carro. Estamos nas Forcadiñas, confluência de duas ribeiras- corga da Ponicela e Rio da Chão do Requeixo – juntando-se ao Rio Cabaleiro ou Rio Macaco como é conhecido popularmente.  A Fervença das Forcadiñas proporciona, nestes dias mais invernosos, uma demonstração da força da água quando esta jorra abundantemente por entre as fragas.

Deixando o rugir das águas, inicia-se uma subida – Costa da Laxa- que nos leva até à Chão do Requeixo. Um passeio sem dificuldades, embora sempre à chuva, é compensador pelas cores exibidas pelos vales quando observados do alto.

Descendo o vale até à confluência da Corga da Pala e do Rego da Fonte Fria, passamos pela área recreativa da Chão do Requeixo, podendo depois prosseguir até Sampaio. Eu voltei para trás…

2 comentários a “Das Forcadiñas a Chão do Requeixo

  1. Olá Manolo.
    mais um passei pequeno de Domingo de manhã. O Tempo estava uma lastima! mas as cores…pena não haver um pouquinho de Sol!
    Un saudo

Deixe uma resposta