Pela Cruz do Pinheiro até à Pedra Furada descendo pelo Vale do Homem

Que dizer duma sexta-feira 13, passada assim?

Em boa companhia e com a meteo a ajudar, foi um enorme prazer refazer este trilho que, até à Pedra Furada, mais palmo menos palmo, anda pelo muro fronteiriço, fornecendo paisagens soberbas e em quantidades difíceis de digerir…

Depois, chegados à Amoreira, foi almoçar no Curral com vista privilegiada para o ALtar de Cabrões e Alto de Carris. Continuámos até às Abrótegas e descemos pelo Vale do Homem. A luminosidade do fim de tarde conferia-lhe um toque muito especial. Um dia em cheio. Obrigado companheiros! Sexta, 13! 😆

Deixe uma resposta