Contornando a Matança – um clássico

Não. Podia ser, mas não é. Não se trata do título de um filme! Mas que é um clássico, é! Não entram monstros assassinos nem naves alienígenas. Não tem terror, mas tem muito “suspense”! Tem cenários fabulosos e o elenco…o do costume nestas produções. Um clássico!

Foi simples, foi claro (pelo menos depois das 11:00h quando levantaram as nuvens), foi conciso (13 km) e esclarecedor de qualquer dúvida relativa à beleza natural do Gerês, e de que aquelas terras têm um carisma muito peculiar.

Alto das Portas do Castanheiro – Castanheiro – Contornando a Matança – Sesta da Lamalonga – Lage dos Bois (com bois) – Cruzar o Ribeiro do Penedo e voltar ao carro! uffa!

Os meus objectivos eram nenhuns. A menos de encher os olhos e partilhar o tempo com os meus companheiros, claro está! Não chega, como objectivo? Hoje não queria mais nada! e tive tudo! Foi em cheio! Tempo bom para caminhar, paisagens geresianas e reencontro de amigos. Que mais faltava? Ah..ah! as fotos, não é?

Ficam aqui,Ponto! Não torça o pescoço! Eu ponho direitinho…Ups!!! Falhou! Mas é um garrano, lá no cimo.

 

2 comentários a “Contornando a Matança – um clássico

Deixe uma resposta