Fugindo ao calor – Mistura das Águas

 

É um regalo na vida

À beira da água morar.

Quem tem sede, vai beber.

Quem tem calor, vai nadar.

 

O dia prometia ser quente. Muito quente! Fizemos  alterações de última hora “desprogramando” o percurso previsto, pois seria um exercício de auto-flagelação devido ao calor e à inexistência de água. Assim, procurando um trilho alternativo mais fresco, decidimos tentar molhar o corpo e a alma na Mistura das Águas. Saindo de Tibo ladeando o rio Peneda, passando aos pés da Fraga das Pastorinhas,  percorremos um trilho com algumas sombras e uns pontos de água tão preciosos nesta altura do ano, até chegarmos à confluência dos rios Peneda e Castro Laboreiro. Foi tempo para refrescar e retemperar forças…e regressar a Tibo pelo mesmo caminho.

2 comentários a “Fugindo ao calor – Mistura das Águas

  1. Moreira. Que ruta mais fresquiña. De cantos quilometros é. Non te esquezas que temos que facer unha camiñata xuntos. un saudo.

  2. Olá Manuel.
    Cerca de oito Km para cada lado.
    Brevemente vou estar disponível e já te informo!
    Um abraço

Deixe uma resposta