Muro – Louriça

DSCF2070Tinha assumido o compromisso! “Lá estarei”, tinha sido a minha resposta no dia anterior! Mal eu sabia no que me estava a meter. Se o calor dilata os corpos, não é menos verdade, o princípio inverso. Esperava eu que o meu pé esquerdo, acordasse menos gordo e mais encolhido com os -6 graus que se faziam sentir e a geada comprovava.    Poucas eram as melhoras do pé, mas não ia ser eu o desmancha prazeres!

A primeira foto do dia foi ao contentor do lixo na berma da estrada, ainda antes de chegar ao castelo do Lindoso, ponto de encontro.Estava assim:

DSCF2071

Depois, foi só uma passagem pelo café para aquecer a alma e rapidamente fugir dos odores do mata bicho tradicional dos homens de barba rija, antes que a caminhada de “inebriante” passasse a “ébria”.

Sem grandes preocupações com o meu pé, fui testando, fui testando, e quando o teste passou a ser sacrifício, logo após uma breve paragem, já bem perto do alto, com um caçador simpático com quem conversei, tive que tomar uma decisão quanto ao continuar ou não, e as consequências que daí advinham. Sem querem condicionar o grupo, e equacionando o regresso que teria de gerir, optei por voltar para trás.

Nas calmas, e sem massacrar o pé, fui reflectindo em situações concretas do “funcionamento prático” do PNPG.

– Carros em demasia. Com e sem autorizações.

– Caçadores bem intencionados e de boas práticas, e “caçadores” pouco credíveis e de actividade suspeita. (a avaliar pelos cães usados e pela localização no terreno dos “caçadores”, até mesmo pela zona de caça, não me pareceu que caçassem coelhos…)

Enfim! Um cenário, infelizmente, conhecido! Uma falta de regras notória. E, infelizmente neste País, regras precisam de sensibilização prévia e fiscalização continuada. Regras urgentes, por favor! salvem o Parque, senhores responsáveis!

DSCF2097

DSCF2096


DSCF2102


DSCF2074

2 comentários a “Muro – Louriça

  1. Boas!
    Apesar de não nos poder acompanhar na totalidade da caminhada, foi uma companhia muito agradável e mostrou ser alguem com quem se pode aprender muita coisa…fazem falta pessoas assim…foi um prazer caminhar a seu lado novamente!
    Abraço e as melhoras para o pé…

  2. Obrigado David. O meu pá lá vai melhorando lentamente…
    Mais oportunidades virão.
    Foi um prazer caminhar convosco.
    Abraço

Deixe uma resposta