Ainda a serpente…

Hoje tive oportunidade de subir o penedo da Ermida de Nosa Señora do Xurés para observar mais de perto a argola metálica cuja existência já tinha  tinha comentado anteriormente aqui.

Efectivamente não se trata de uma argola, mas sim de duas. Encontram-se alinhadas e separadas cerca de 35 centímetros. Não muito distante, encontra-se um parafuso com anilha, bastante oxidado mas com aspecto relativamente  recente. Atrevia-me a dizer que, considerando as condições de exposição à intempérie, não terá mais de 2 a 3 anos. Pela forma de inserção na rocha, embora ignorante na matéria, estas argolas não me parecem  relacionadas com actividades de escalada como inicialmente cheguei a suspeitar. Tudo o que possa dizer sobre as minhas actuais suspeições  não passaria de mera especulação. Fica a foto. ( o parafuso de ferro não é visível)

hpim6698red

Aproveitei para fazer uma observação mais detalhada e minuciosa da parte superior da rocha em busca de outros possíveis registos. Nada detectei. Pude apenas observar o resultado característico de uma erosão agressiva, bem marcada na textura apresentada em toda a superfície.

Deixe uma resposta